Get Adobe Flash player

"Bem-vindo ao jornal Juca Post on-line. Aqui você poderá conferir as principais notícias de Franco da Rocha e região em tempo real"

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

Um sonho, a comida internacional

       Como começar bem o ano, assistindo no holocausto da gastronomia, uma avassaladora epidemia de culinária, que aflora nossa televisão, prostrando e frustrando nosso apetite com tantas iguarias, e sem poder degustá-las? Resoluto então, resolvi contrariar meus planos, e o que a bússola particular do meu 13º salário indicava e determinava. E assim nós demos inicio, à suprema tentação e sacrifício. 

    

       Ah !  Que semana de gala e de gula, eis que num restaurante francês minha esposa provou a dobradinha francesa, com o sonoro nome de Tripe à la Mode de Caen, e eu, fiquei mesmo com o Cassoulet. Do requinte e teste para o nosso paladar.

       Também e porque não, degustamos com certeza, naquela casa japonesa. E ali petiscamos um Ceviche de peixe branco, mais sushi de salmão, raspas de limão, molho de gengibre, mel e maracujá, sem contar o prato de sashimis, bolinhos de arroz, e muitas unidades de salmão.   Lá do país do sol nascente, o sabor  do oriente.

       E do país da bota, a comida italiana; um filé à florentina, recheado de mussarela e presunto cru, ao molho de cogumelo na companhia de risoto ao açafrão.   Prataço !

       Num restaurante chinês, saboreamos frango com cogumelo shiitake e legumes. Em verdade, até pratos alemães, árabes e asiáticos provamos naquela semana, numa verdadeira odisseia gastronômica internacional. Que cardápios!  Foi aquela dureza !

       Por derradeiro, nessa insaciável e duríssima peregrinação, fomos conhecer o Terraço Itália, de pronto com duas pedidas da carta de drinques: o Dirty Martini levemente salgado e com azeitona macerada, e o Aperol Spritz com prosecco, aperol e água com gás, por demais frisantíssimo.  Quanto ao principal, foi consequência.  Isso tudo, dentro de um ambiente chique, classudo, formal e solene, haja vista ainda, a vista que nossa vista, lá do alto avista !  Deslumbrante, e salutar  para a digestão !       

      É... mas  nessa  última experiência, um fiasco !  Engasguei-me, debatendo-me em pleno restaurante classe A.  Que vergonha !  Por sorte, minha esposa que dormia ao meu lado, acordou-me daquele sonho gastronômico, tirando-me de tal pesadelo.  UFA !!  Querem saber ?  Acordei com uma fome animal, e com aquela vontade de comer um feijãozinho com arroz da patroa, uma picanha estupidamente no ponto, batata frita e salada mista!   Quanto ao título dessa matéria, ao invés de “Um Sonho, a Comida Internacional,” leia-se: no sonho, a comida internacional.  É certo porém, que nem sempre a ostentação de um glamour gastronômico nos apetece, até mesmo quem da área conhece.  E sem demagogia, temos motivos de sobejo, para valorizar a boa gastronomia de nossa cidade, do trivial mais simples ao mais sofisticado prato,  eis que por vezes procuramos lá fora, a qualidade que sobra aqui. 

 

 

Texto: Georges Apérguis

                                                                                                                                          

fretado

Previsão do Tempo

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

Classificados

 

 

 

 

Notícias lidas

Ver visitas de Artigos
235972