Get Adobe Flash player

"Bem-vindo ao jornal Juca Post on-line. Aqui você poderá conferir as principais notícias de Franco da Rocha e região em tempo real"

Developed in conjunction with Ext-Joom.com


ENTREVISTA COM PADRE ALBERTO
Padre Alberto Alves, 51 anos, tem 21 anos dentro do Ministério de sacerdote. É da capital paulista. Iniciou a carreira de sacerdote em Atibaia onde foi ordenado padre. Sua primeira paróquia foi em Joanópolis, poateriormente passou pela periferia de Bragança Paulista, Bom Jesus dos Perdões, Itatiba, Santo Antonio de Piracaia, Francisco Morato, e está há um ano na paróquia de Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Vila Ramos em Franco da Rocha.
Ele concedeu esta entrevista à reportagem do jornal Juca Post.


Juca Post — Como se sente à frente da comunidade local?
Pe. Alberto — Vejo uma comunidade bastante atuante, participativa com a igreja, batalhadora e que me acolheu muito bem. Me sinto muito feliz em estar aqui. Mas devo dizer que é uma comunidade muito exigente.


JP — Como é composta essa comunidade?
Pe. Alberto — A maioria é jovem. Entre adolescentes e jovens no auge da sua juventude. E temos também muitas famílias.


JP — A Paróquia de Nossa Senhora de Fátima abrange quantos bairros?
Pe. Alberto — São cerca de 7 comunidades. Três na comundade de Mato Dentro: Vila Belmiro, Os Penhas e Boa Vista. Próximo dali tem a igreja de Santa Cruz dos Valos. Tem a comunidade do bairro de Pouso Alegre, do Parque Vitória e a comunidade da Vila Ramos.


JP — A igreja da Vila Ramos está sendo reformada e isso custa dinheiro. Chegou ao nosso conhecimento que há uma rifa circulando para ajudar a bancar o custo desse serviço. Como a população pode fazer para ajudar?
Pe. Alberto — Estamos passando por uma situação econômica do país muito difícil, que tem trazido muita dificuldade ao nosso povo. Quando cheguei à esta Paróquia, notei que havia muita coisa a ser feita. Esta igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Vila Ramos, estava com muitas goteiras, infiltrações, o teto do altar com uma aparência de que poderia cair... enfim, a igreja estava num estado muito deteriorado. Então decidimos fazer uma rifa.


JP — O senhor obteve ajuda?
Pe. Alberto - Sim! Muita gente boa está ajudando e que fizeram questão que não se falasse seus nomes. Eles doaram esses prêmios da rifa. Uma moto Bis de 50 cilindrada, uma TV 32", uma máquina de lavar roupa, um fogão de 4 bocas e uma geladeira.


JP - E como está sendo a venda dessa rifa?
Pe. Alberto — Está sendo difícil de vender. Estamos tendo uma dificuldade muito grande de vender essa rifa. Mas o gesto do nosso povo tem sido grande.


JP - Falta muito para vender?
Pe. Alberto — Falta 60%. Distribuimos 400 talões e muitos infelizmente foram devolvidos sem vender.


JP - É bom frisar para o povo que não precisa comprar o talão todo com os dez cupons.
Pe. Alberto — Exatamente! Se cada pessoa comprar um cupom de R$10,00 vai nos ajudar muito. Porque fazendo isso vai ajudar nossa arrecadação para pagar o serviço que está sendo feito na igreja.


JP - E para quem não conhece fica o convite para conhecer o trabalho que está sendo feito.
Pe. Alberto — Sim! Venha ver de perto como a igreja está ficando bonita.


JP - O nosso amigo Cleber Leme está fazendo um trabalho de restauração do piso, como voluntário. Ele não está cobrando nada por isso.
Pe. Alberto — O Cleber é uma pessoa que entende muito de restauração. Ele é bacharelado nesse assunto de restauração de patrimônio. Atualmente ele está aplicando um produto químico específico para recuperação da cor original do piso, e ele tem feito esse trabalho sozinho, de acordo com sua disponibilidade de folga, porque na realidade ele é comissário de vôo e quando surge uma folguinha ele aparece aqui.

 

JP - A princípio, houve intenção de se retirar o piso porque o pessoal que costuma zelar pela igreja reclamava da sujeira dele.
Pe. Alberto — Mas o Cleber achou que dava para recuperá-lo e se propôs a fazer esse serviço que está deixando a igreja mais bonita ainda.


JP - A vida de padre não fácil. O senhor tem trabalhos em outras comunidades também.
Pe. Alberto - Sim! A igreja de Santo Antonio no Parque Vitória também precisa de reforma, assim como a de São João Batista no bairro do Pouso Alegre. E a igreja dos Valos e as de Mato Dentro, também. Então esse dinheiro da rifa não é só para bancar esse serviço aqui da Vila Ramos, vamos precisar também para ajudar na reforma dessas igrejas.


JP - Padre, antes do encerramento dessa nossa conversa, o senhor gostaria de deixar uma mensagem de Natal para o povo franco-rochense?
Pe. Alberto — Sim! Lembramos que Aquele que um dia também foi criança virá ao nosso encontro novamente. E o Natal quer nos lembrar desse Cristo amoroso, que caminhou entre nós, e que a celebração do nascimento do nosso salvador possa renovar nossa esperança e a união entre as familias. Que nós vivamos em paz independente de religião, da opção religiosa que cada um faz. Qua haja fraternidade entre os homens. A proposta do Natal é de paz e de união. Que a fraternidade possa se espalhar por todo o povo da nossa querida Franco da Rocha.

 

  Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Vila Ramos, que está sendo reformada

 

fretado

Previsão do Tempo

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

Classificados

 

 

 

 

Notícias lidas

Ver visitas de Artigos
235988