Get Adobe Flash player

"Bem-vindo ao jornal Juca Post on-line. Aqui você poderá conferir as principais notícias de Franco da Rocha e região em tempo real"

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

O Juca é Franco

O saudosismo por vezes, não condiz com a realidade, e nos conduz aos sonhos, embora muitos o perpetuem cantando, escrevendo e blindando lembranças que não se apagam, mas que o presente de braços com a modernidade, não tem como as conservar.

Mas aqui plantou-se muitos sonhos, colheu-se realidade, plantou-se enfim muito amor e colheu-se felicidade.  A bandeira do progresso afinal, tremulou sublimada, reduzindo sobremaneira o êxodo do munícipe consumidor, às grandes cidades, tranquilamente perceptível na efervescência de seu comércio, face inúmeras etapas de  transformação e o merecido lugar primaz, no pódio da região.

Boatos galhofeiros e cépticos no entanto, não davam conta desse avanço célere e substancial, acostumados á mudanças homeopáticas, não tão significativas.

É fascinante acompanhar e em todos os aspectos, o interesse irrestrito pela evolução do que é nosso, dessa nossa casa, d’onde moramos, dessa nossa cidade, outrora uma magnitude apócrifa e adormecida, haja vista de alguns anos para cá, a disseminação de tantas outras obras prioritárias e expressivas, ao dar um fim na atrofia do progresso e mostrando à todos, que a subida não era tão íngreme assim.

Hoje, descortina-se uma nova esperança, eis que não podemos fechar os olhos, cujas meninas não mentem, e viver eternamente ou somente de saudade, muito menos de quimeras.

Com certeza, podemos sim sonhar mais alto, mas vendo bairros, vilas e jardins cobrindo-se de asfalto, enquanto isso como por encanto, ruas    vão dando adeus às poças d’água, ao macadame e ao chão batido.

Em verdade, debruçada nesse novo século, a imagem de Franco da Rocha hoje dialoga com sua época, com seu povo, no ensejo de seu  aniversário, simultaneamente com o desse periódico. O colaborador ferrenho que vos escreve, não deixaria de prestar à ambos, principalmente à cidade que ele adotou, sua homenagem, e render-lhes merecidas alvíssaras, assim como o nosso eterno obrigado.

Que os holofotes da ribalta, reverberem cada vez mais e continuem iluminando o seu cenário, nessa peça da vida, sem tréguas também, ao seu protagonista e seus coadjuvantes, com um desempenho e performance ímpares. Com certeza, em pé ou de nossos assentos, terão nossos aplausos! Parabéns Francos da Rocha!

Texto: Georges Apérguis

fretado

Previsão do Tempo

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

Classificados

 

 

 

 

Notícias lidas

Ver visitas de Artigos
235216