Get Adobe Flash player

"Bem-vindo ao jornal Juca Post on-line. Aqui você poderá conferir as principais notícias de Franco da Rocha e região em tempo real"

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

Luar e paixão

Sô suspeitu pá falá, do luar do meu sertão, pois iguar moço, tem não! Tão bunitu qui só farta, lobo pá mode uivá, e careci apenas um, pá eu podê escuitá. Esse Luar de prata, faiz virá da noite o dia, pena cedo num tenha, o cantá da cotovia. Seria bem bão pru poeta, em sua nostalgia, ou mesmu na alegria, fazê a sua poesia. Luar da minha terra, luar lá du sertão, luar iguar sêo moço, é dificir, ocê vê não! A lua fogi ás veiz, das água qui du céu vinha, e vorta com o luar, a noite inteirinha. Onde passa goteira, tá lá o luar du sertão, si não temu o qui fazê, fazemu amô intão. Pelos furo du teiado, a lua inté muda de cô, pois na certa ela vê, nóis ali fazenu amô. E comu pará? Lá não tinha energia! Fazê da noite o dia, só o luar é qui fazia. Sem luiz, fumu logo comprá, uma TV á pia, pá mode tê que pará, de nascê fio e fia.

E digu, não é poco não, na verdade um montão, já são nove pru listão, Cum nóis, num tem o tár de relaxo, vingô tudu, veja os nomi aí embaixo: Larissa, Liliane e o Gil, Marcel, Aninha e Jô. Caramba... mais não para essi amô ? Claudia, Guilherme e Fernando, intão ai eu pergunto; e isso... vai inté quando ?

Ensinaram intão pra nóis, pendurá uma peça íntima, sob o luar du sertão. Qui é uma simpatia, prá dar um paradeiro, di nacê fio e fia, e pará com o listão. Não deu otra, e adivinhi intão voceis! Pra quem já tinha novi, faiamu mais uma veiz. Puzemu no varar e sob a luiz do luar, a minha peça de home, ao invéis da peça dela. Ah! foi aquela choradela, a coisa intão deu prá tráis... E o déiz já no caminho, com certeza, virá mais!

A muié ficô uma arara, num qué sabê mais de lua, nem mesmu sabê do sór, Nossa famia tá grandi, cum mais dois dá pra montá, um timi de futebór! E minha companheira, já tá cum barrigão, si casu fô uns dois, vai completá o timão. O pió, e o qui pesa na balança, é qui nessi meiz de outubro, tem o dia da criança! Haja fios e garotada... quantu ao luar du sertão, eu não vou dizer mais nada! Mais eu queru dizê sim, e vô agora inté o fim. Ah. Luar! Luar nossa paixão... Nóis num curpa você não, nóis num fica sem você, óh. Luar du meu sertão!

Texto: Georges Apérguis 

fretado

Previsão do Tempo

Developed in conjunction with Ext-Joom.com

Classificados

 

 

 

 

Notícias lidas

Ver visitas de Artigos
235214